“Eustáquio foi espancado e torturado”, afirma Sandra Terena

Ler na área do assinante

Sandra Terena, esposa do jornalista investigativo, Oswaldo Eustáquio, usou o Twitter, nesta quarta-feira (31), para lembrar a sociedade brasileira que o marido foi espancado e torturado no Complexo Penitenciário da Papuda, no Distrito Federal, em Brasília; quando estava aos cuidados do Estado. Ele estava preso preventivamente desde o dia 18 de dezembro de 2020.

“Eustáquio foi espancado e torturado”, afirma Sandra Terena

De acordo com ela, o caso é investigado pelo Ministério Público, mas, misteriosamente, ignorado pela “mídia do ódio”.

Após sofrer 'acidente' dentro da cela em que estava preso por determinação do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, Eustáquio foi diagnosticado com paraplegia. Ele segue em prisão domiciliar desde o dia 26 de janeiro, impedido de usar as redes sociais, de se comunicar com as pessoas e sem poder andar.

Enquanto estiver em casa, o jornalista é obrigado a utilizar a tornozeleira eletrônica. O comunicador é investigado no inquérito que trata do suposto financiamento de atos antidemocráticos e ações críticas ao STF.

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário,

cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar