O povo se organiza: Trabalhadores de SP criam Manual para reagir à abusiva fiscalização de Doria

Ler na área do assinante

Cansados de padecer nas mãos do governador de São Paulo, João Doria (PSDB), e os seus sucessivos lockdowns, os paulistas resolveram criar um “Manual de Orientação Para Enfrentar a Fiscalização” da gestão estadual, que impede, reiteradamente, os cidadãos de trabalharem.

Vale a pena conferir as dicas.

PASSO A PASSO

1 - Quando receber a fiscalização, é importante que esteja com o cartaz do art. 5° da Constituição, visível em sua loja. Se ainda não tem, baixe aqui o cartaz:

Ofício: https://reagesaopaulo.com.br/custom/2283/uploads/oficio.pdf

Meio ofício: https://reagesaopaulo.com.br/.../uploads/meio-oficio.pdf

Filipeta: https://reagesaopaulo.com.br/.../2283/uploads/filipeta.pdf

2 - Se possível, receba a fiscalização ainda na calçada, chame seus amigos, vizinhos e familiares para ficarem ao seu lado, dificultando a entrada dos fiscais. Já que eles querem sua loja fechada, não tem o que fazer dentro dela.

3 - Converse com os fiscais. Diga que você está defendendo o sustento da sua família e o seu direito constitucional ao trabalho honesto, seguindo todas as medidas de segurança necessárias. Tenha a mão o seu Check List e exiba ao fiscal.

4 - Pergunte ao fiscal porque o seu trabalho é proibido e o dele é permitido. O vírus ataca de forma diferente você e ele?

5 - Pergunte se o sustento da família dele sai do seu trabalho e porque ele quer impedir você de fazer o mesmo, sustentar sua família.

6 - Você não é obrigado assinar nada o que lhe for apresentado. Recusar-se a assinar é um direito que você tem.

7 - Mantenha a calma, haja com firmeza, sem violência e, se for autuado ou receber um auto de constatação, encaminhe imediatamente ao REAGE SÃO PAULO, por Whatsapp, para sua defesa.

www.reagesaopaulo.com.br

Lá você encontra endereço para Watts e pode se cadastrar para receber nossas informações.

8 - Se os fiscais estiverem acompanhados por policiais militares, pergunte a eles se vão fechar a loja e proibir o seu trabalho ou prender um trabalhador que usa seu direito constitucional para levar alimento para sua família e a de seus colaboradores.

9 - Temos certeza que, nenhum membro da gloriosa Polícia Militar irá deter um chefe de família que está tentando trabalhar.

10 - Se ainda assim, o policial quiser detê-lo e conduzi-lo para a delegacia, vá tranquilamente, comunique ao REAGE SÃO PAULO, que disponibilizará um advogado voluntário para defendê-lo.

REAGE SÃO PAULO

PELO DIREITO AO TRABALHO DIGNO

COMÉRCIO ABERTO E RESPONSÁVEL

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário,

cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar