Com enorme "estranheza", Gilmar se emociona e embarga a voz em homenagem ao Dia do Jornalista (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

Na última quarta-feira (07), o ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes gerou uma enorme estranheza ao se emocionar prestando homenagem aos profissionais de imprensa no "Dia do Jornalista".

Durante o encerramento do seu voto no julgamento sobre a liberação de celebrações religiosas presenciais, Gilmar afirmou:

“É um jornalismo livre, independente e plural que ainda nos permite exercer a nossa cidadania e realizar uma verdadeira accountability da atuação dos gestores públicos”, disse ele, com a voz embargada.

E prosseguiu:

“Quem não viveu a palpitação sobrenatural da notícia, o orgasmo do furo, a demolição moral do fracasso, não pode sequer conceber o que são”, disse o ministro ao citar um trecho do texto de Gabriel Garcia Marquez, considerado um tributo ao jornalismo.

Nas redes sociais, internautas estranharam a "emoção" de Gilmar.

Confira:

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar