Bolsonaro dispara: "Não vai ter lockdown nacional"

Ler na área do assinante

Durante a sua visita à Chapecó, em Santa Catarina, onde foi se reunir com o prefeito da cidade, João Rodrigues, o presidente Jair Bolsonaro falou sobre suas preocupações com a situação do Brasil.

O presidente declarou temer que o país venha a enfrentar problemas gravíssimos, mas que não está pensando nas eleições de 2022:

“Se eclodir isso no Brasil, o que vamos fazer? Temos efetivo para conter a quantidade de problemas que vamos ter pela frente? E outra, é uma explosão por maldade ou por necessidade?
O que devemos fazer para evitar isso daí. Como nos preparar? Não é hora de ver biografia. Estou me lixando para 2022. Vai ter uma pancada de candidato aí. Seria muito mais fácil a gente ficar quieto. Não tocar neste assunto ou atender, como alguns querem, fazer um lockdown nacional. Não vai ter lockdown nacional”, disse ele.

O presidente declarou, ainda, que continua não sendo favorável ao lockdown, e que acha perigoso a aplicação desse tipo de medida restritiva:

“Apareceram as medidas restritivas, a gente nunca foi favorável a elas, a não ser numa emergência, naquele momento para melhor preparar as unidades de saúde. Lamentavelmente, isso continua valendo. Quem abre mão de um milímetro da sua liberdade em troca de segurança está condenado, no futuro, não ter segurança e não ter liberdade”, pontuou.

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar