Senador sobe o tom contra Barroso: “Hora de darmos, quem sabe, o primeiro impeachment de um ministro do Supremo” (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

O senador Carlos Viana (PSD), subiu o tom contra o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso.

Segundo o parlamentar, as autoridades devem “ajudar o país a vencer esse momento”, não tomar decisões que piorem o Brasil.

De acordo com o presidente Jair Bolsonaro, a decisão de Barroso que determinou a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19 no Senado Federal, será para investigar o próprio Governo Federal.

Carlos Viana, visivelmente irritado com a situação, disparou:

“Sou a favor que essa decisão do ministro Barroso seja alvo de uma investigação pelo Senado, que nós questionemos a Casa se, de fato, ela tem vigência legal. Se chegarmos a conclusão que não há embasamento da constituição, ao meu ver, é hora de darmos, quem sabe, o primeiro impeachment de um ministro do Supremo. Está na hora da gente começar a encarar.”

E prosseguiu:

“O Supremo não pode ir além do que está escrito na Lei. Então, que o parlamento comece a exercer o seu papel.”

O parlamentar afirmou que o processo de impeachment do ministro começa com o recolhimento de assinaturas para posterior apresentação ao presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, que pode ou não colocar o tema em pauta.

Confira:

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar