Urgente: Girão consegue assinaturas para o Senado instalar CPI da Pandemia mais ampla

Ler na área do assinante

O senador Eduardo Girão, do Podemos, conseguiu o número necessário de assinaturas para protocolar o pedido de criação de uma CPI mais ampla para investigar a conduta não só do Governo Federal, como também de estados e municípios no combate à pandemia da Covid-19 no Brasil.

“Com essa CPI, o Senado atende à determinação do Supremo; mas faz uma investigação mais abrangente. Ou seja: atende ao Supremo e não se apequena, recebendo uma interferência direta da corte”, avisa.

Na semana passada, o ministro Luis Roberto Barroso decidiu, monocraticamente, determinar que o Senado Federal, presidido por Rodrigo Pacheco (DEM-MG), instale a CPI da Covid, de autoria do senador amapaense Randolfe Rodrigues (Rede) que, por sinal, é um terrível e insano opositor do presidente Jair Bolsonaro.

A CPI proposta por Randolfe se destina a avaliar apenas o Governo Bolsonaro, no entanto, parlamentares criticaram a meta específica da Comissão e decidiram que poderiam apurar também as ações de governadores e prefeitos de todo o país.

O próprio presidente não se opõe a ser investigado nas ações que manteve sobre o enfrentamento da pandemia. Mas, em áudio “vazado” pelo senador Jorge Kajuru (Cidadania), ele cobra também que os gestores estaduais e municipais sejam averiguados.

Porém, a CPI mais ampla foi proposta ainda no início de março pela bancada do Podemos e, até então, não tinha o número mínimo de assinaturas exigido pelo regimento do Senado para ser protocolada: 27. Mas, tudo mudou quando o Supremo Tribunal Federal (STF) determinou a instalação da CPI pelo Senado. Até o momento, 32 parlamentares assinaram o requerimento que precisava somente de 27 signatários.

“Vamos esperar, pelo menos, mais uma assinatura para protocolar o nosso pedido, para que fique claro que a maior parte dos senadores prefere a investigação mais ampla”, afirmou Girão.

No Twitter, o presidente do PTB, Roberto Jefferson, comemorou a ampliação da CPI:

“Uma CPI ampla vai mostrar quem são os verdadeiros vilões da Covid. Inclusive vai esclarecer para a população o que foi feito com o dinheiro enviado pelo governo federal. E mais: abre a possibilidade de se investigar se todas as mortes são mesmo por Covid”, disse.

Rodrigo Pacheco prometeu analisar o quanto antes o pedido.

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário,

cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Fonte: O Antagonista

da Redação
Ler comentários e comentar