Lula usa mensagens roubadas para pedir trancamento de ações, após PF concluir que hackers agiram com “dolo de adulterar”

Ler na área do assinante

No dia em que a Polícia Federal concluiu um relatório atestando que o crime dos hackers não se ateve a invasão dos dispositivos dos procuradores da Operação Lava Jato, e que os criminosos digitais foram além e agiram com dolo específico, não apenas de obter, como também de adulterar os dados, os advogados do ex-presidiário Lula da Silva ingressam com um inusitado pedido no Supremo Tribunal Federal.

A defesa de Lula pede ao ministro Ricardo Lewandowski o trancamento da ação penal do sítio de Atibaia e de mais duas ações ligadas ao Instituto Lula.

Para tanto, anexou diálogos entre procuradores da Lava Jato contidos nas mensagens roubadas por hackers.

Ora, tais diálogos são imprestáveis para qualquer coisa, mas a busca incessante de tornar Lula um “ex-criminoso” continua...

Resta saber se iremos vivenciar mais uma etapa do ativismo judicial.

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Fonte: O Antagonista

da Redação
Ler comentários e comentar