Com uma "canetada", Rosa Weber é a ministra da vez para invadir a competência do presidente da República

Ler na área do assinante

Nem bem o “corpo esfriou”, e vem outro atentado à democracia e à separação de poderes, por ato de mais um togado do STF, como leio na mídia.

Depois da usurpação da atividade legislativa de analisar formação de Comissões Parlamentares, feita por Barroso, agora veio Rosa Weber e, com uma canetada, SUSPENDEU decretos do Presidente da República sobre compra e posse de armas, intrometendo-se na pertinência política e na discricionariedade de o Chefe de Governo e de Estado adotar os atos que ache que devam ser adotados.

Os adjetivos e substantivos que me vêm à mente, depois que leio esse tipo de notícia como a dando conta do ato praticado pela senhorinha que manda no Presidente da República, e que determina o que ele pode ou não pode fazer, são muitos.

Mas aqui só posso utilizar alguns, como:

• Escárnio
• Deboche
• Piada
• Acinte
• Néscio
• Sátrapa
• Ignóbil
• Sacripanta
• Pequenez
• Amoralidade
• Atrevimento
• Conspiração
• Sabotagem
• Juristocracia

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Ler comentários e comentar