Serra fecha ‘parceria’ com Macri

Buscando o fortalecimento da diplomacia brasileira e o distanciamento do radicalismo bolivariano, o ministro das Relações Exteriores, José Serra, em sua primeira viagem internacional no posto, teve encontro com o presidente argentino Mauricio Macri e com a chanceler Susana Malcorra.


A reunião firmou um acordo de ‘coordenação política’, visando um ‘intercâmbio de opiniões’ e o ‘acompanhamento de projetos estratégicos’, o que, por si só, dá a Brasil e Argentina uma inquestionável e evidente liderança para o encaminhamento de uma ‘agenda comum de trabalho’ entre os países da América do Sul.

Especificamente sobre o Mercosul, Serra defendeu trabalhar para ‘conseguir negociações mais flexíveis’ que permitam ao bloco concretizar acordos bilaterais.

‘Nossa estratégia é a de criar mecanismos que agilizem, facilitem e flexibilizem a possibilidade de negociação com terceiros. Então vamos investir na velocidade e flexibilidade’, afirmou o ministro.

Serra segue muito bem no cargo, representando com dignidade o Brasil e retirando do Itamaraty o viés ideológico, praticado durante os governos do PT.

da Redação

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Internacional