Cada vez mais, transparece que a CPI da COVID tem um único alvo: Jair Bolsonaro

Ler na área do assinante

Após consulta realizada pelo presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco (DEM/MG), a Secretaria-Geral da Mesa informou que, se instalada, a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da COVID, não poderá investigar a conduta nas gestões da pandemia por parte de estados e municípios.

A Mesa informou ainda que o Senado pode estender as investigações para verificar como foi o procedimento do “envio das verbas federais” para prefeitos e governadores, mas não soube, entretanto, dizer qual é o limite, ou seja, se será possível rastrear a forma como foram aplicadas.

Assim, o presidente Jair Bolsonaro, que reclamou publicamente (e também em uma conversa gravada e divulgada pelo senador Jorge Kajuru – Cidadania/GO) da perseguição e do contexto puramente político da instalação da CPI, tem razão!

A ordem para instalação da CPI da COVID foi dada pelo ministro do STF, Luís Roberto Barroso, em resposta a um mandado de segurança encaminhado por senadores. Barroso “jurou” que tomou a decisão após consultar cada um dos seus “colegas de toga”, mas o colegiado vai analisar a decisão monocrática, em sessão marcada em regime de urgência, para esta quarta-feira (14).

Resta saber agora se, com as novas informações, todas as partes envolvidas terão “coragem moral” para recuar na instalação da CPI. De qualquer forma, Bolsonaro garante que não tem nada a temer ou a esconder … já quanto aos governadores e a vários prefeitos, não temos tanta certeza.

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar