STF dobra a aposta, manda o Senado instalar a CPI e decano aponta “teatro”

Ler na área do assinante

Os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), em votação com apenas um voto contrário (10 a 1), referendaram a decisão monocrática do ministro Luis Roberto Barroso, e determinaram a instalação da CPI da Covid.

Mais cedo, porém, o senador Rodrigo Pacheco já havia cumprido a determinação. A comissão investigará ações e eventuais omissões do governo federal no enfrentamento da covid-19, além de repasses aos Estados e municípios.

Após o voto do relator, o presidente do STF, Luiz Fux, consultou os demais ministros rapidamente. Quase todos sequer leram seus votos e apoiaram a decisão do colega.

A exceção ficou por conta do ministro Marco Aurélio Mello.

“Em primeiro lugar, não faço teatro. Portanto, não combino decisões”, afirmou o ministro.

E complementou:

“O que ocorre se o plenário admitir hoje o instituto do referendo da liminar em mandado de segurança? Estará a impetração esvaziada. Não me cabe referendar ou não referendar a decisão liminar do ministro Luís Roberto Barroso”.

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar