Corte Suprema de Sucupira anula processos e torna Odorico elegível (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

Sucupira estava perplexa,... Em polvorosa...

Odorico Paraguassu, o Bem Amado estava preso.

Durante todo o seu mandato, nunca Sucupira alcançou tanto progresso. E agora, o homem mais popular de toda histórica de Sucupira estava preso.

As acusações de corrupção de uma dúzia de processos fez o povo se dividir em seu julgamento.

Enquanto metade da população de Sucupira achava que Odorico Paraguassu era culpado, haja vista evidências cabais, como a cobertura que ganhou no prédio mais alto de Sucupira ou a fazenda de uma amigo que ele usava na área rural de Sucupira que foi comprovada em uma delação que era sua.

Por outro lado, os intelectuais, artistas e os jornais de Sucupira precisavam defender Odorico, afinal, a generosidade dele foi ímpar com estes segmentos.

O povo mais pobre e ignorante de Sucupira havia sofrido uma lavagem cerebral movida à famosa Bolsa “Cala Boca”.

Para defesa, após anos infrutíferos de tentar livrar Odorico, só sobrou desqualificar o Juiz do Casa, Justino Moros.

E Justino Moros tropeço...

Quis ser Ministro da Corte Suprema de Sucupira. Fez de tudo movido por causa do seu ego imenso. Até que um dia, o povo descobriu uma grave falha de caráter e Justino Moros fugiu para o exterior, abandonado sua biografia no lixo. Mas isto é história para outro capítulo.

Voltemos ao caso de Odorico.

Os amigos da Corte Suprema acharam um jeito de livrá-lo, já que Justino Moros havia se comprometido e era o que faltava para anular todas as condenações de Odorico Paraguassu.

Odorico voltava a ser elegível.

O povo assistiu a tudo perplexo, aguardando os desdobramentos futuros...

Odorico voltaria a ser Presidente de Sucupira?

Ou a ira do povo já havia enterrado a história de Odorico?

A resposta aguardada do povo sucupirense era imprevisível.

Só o Presidente Mitus poderá salvar o futuro de Sucupira de Odorico e seu bando de amigos corruptos...

Nota: Qualquer semelhança com a realidade, é mera coincidência.

Confira:

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Foto de Emílio Kerber Filho

Emílio Kerber Filho

Escritor. Jornalista. Autor do livro "O Mito - Os bastidores do Alvorada".

Ler comentários e comentar