Em cidade administrada pelo PT, entidade usa documento falso e ganha contrato de R$ 370 milhões (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

Para administrar um hospital localizado na cidade de Maricá (RJ), uma Organização Social, com sede em Salvador (BA), utilizou um documento com informações mentirosas, uma fraude.

Em jogo, a gestão de um contrato na ordem de R$ 370 milhões.

Maricá é administrada pelo prefeito Fabiano Horta, do PT.

A tal Organização Social denominada Associação Saúde em Movimento, forjou o documento com o objetivo de demonstrar uma suposta “experiência técnica” no desempenho da atividade de gestão hospitalar.

O documento foi assinado por um médico, identificado como diretor de um hospital em Salvador. Esse médico, no entanto, nunca dirigiu o tal hospital. E, curiosamente, é o responsável técnico da Associação Saúde em Movimento.

O mais interessante é que a prefeitura foi alertada da tramoia por outras entidades participantes do certame licitatório, mas parece ter ignorado o fato.

Veja o vídeo:

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar