MST usa a pandemia para esconder o próprio fracasso (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

No programa O Pingo Nos Is, do canal Jovem Pan, Augusto Nunes comentou sobre a notícia de que o Movimento dos Trabalhadores sem Terra (MST), divulgou orientação diferente para o ‘Abril Vermelho’ deste ano, em razão da pandemia de covid-19.

Nos anos anteriores, o MST incentivava a invasão de terras e prédios públicos durante o mês de abril, como símbolo de suas reivindicações. Porém, este ano, o movimento decidiu incentivar os assentados a aderirem ao que está sendo chamado de ‘Parada Pela Vida’, para que as pessoas saiam o mínimo possível de suas propriedades.

Discorrendo sobre o assunto, Nunes questionou se a orientação não seria uma consequência do novo posicionamento do governo federal, que já não apoia o movimento:

“Em primeiro lugar, está mais difícil invadir. Agora a polícia age. A defesa do direito de propriedade, previsto pela constituição, agora funciona (...) Não tem verba, não tem coragem, porque a lei funciona”, pontuou ele.

Nunes apontou, ainda a estratégia de mostrar um posicionamento mais pacífico, diferente da história do movimento, que sempre foi de violência:

“E também estão querendo criar uma imagem de que são pacifistas, lutam pela vida, pela saúde, porque é esse o truque de que pretende se valer o candidato Lula, se for realmente concorrente na eleição presidencial de 2022”, argumentou ele.

Confira:

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar