Prefeito, em "momento particular", desrespeita o próprio decreto e é flagrado em bar multado por aglomeração (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

Sérgio Azevedo (PSDB), prefeito de Poços de Caldas (MG), foi flagrado, neste sábado (17), quem diria, em um bar que foi multado em R$ 6.007,50 por desrespeitar o decreto municipal. A decisão foi publicada após o Governo de Minas avançar para a "onda vermelha", do "Minas Consciente".

Apesar de aparecer com máscara no vídeo que foi divulgado nas redes sociais, é possível ver pessoas desrespeitando o decreto do prefeito, sem o adereço e em pé. A assessoria de imprensa da prefeitura explicou que o estabelecimento foi autuado em R$ 6.007,50 ainda no sábado (17).

A resolução do governador de Minas, Romeu Zema (Novo), não permite o consumo de bebidas e alimentos fora das mesas. Mas, a assessoria do prefeito já informou que não divulgará nota sobre a presença dele no estabelecimento, porque disse que se tratava de um "momento particular".

A "onda vermelha" iniciou, no sábado (17), em todo o Sul de Minas e a prefeitura de Poços de Caldas publicou nova Resolução, abrindo academias, shoppings e outros setores do comércio.

Conforme o documento, as atividades de restaurantes e lanchonetes têm horário de funcionamento e dias específicos. A própria prefeitura determinou a manutenção da ocupação máxima de 40%, com pessoas, exclusivamente, sentadas e mantendo o distanciamento de 2 metros quadrados entre as mesas.

As determinações estão disponíveis no site oficial da prefeitura.

Confira o vídeo:

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário,cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacaoFonte: G1

da Redação
Ler comentários e comentar