Mulher de senador finalmente é presa

O senador Telmário Mota (PDT/RR), ativo defensor da presidente Dilma Rousseff, vive um terrível e incômodo dilema.


Ao mesmo tempo em que ataca o presidente interino e vocifera o suposto ‘golpe’, vive extrema tensão com a prisão da própria esposa, condenada justamente porque praticou um deprimente golpe contra o erário de Roraima.

O senador é casado com a médica e ex-deputada estadual Suzete Macedo de Oliveira, que quando exercia o mandato eletivo foi flagrada num esquema denominado ‘Escândalo dos Gafanhotos’.

Suzete utilizava funcionários fantasmas para colocar na folha de pagamento do estado e embolsar o dinheiro, pois os tais servidores eram todos fictícios.

O caso foi descoberto e a ex-deputada, médica e esposa do senador Telmário foi condenada a sete anos de prisão.

A prisão foi decretada e a ‘esperta’ doutora, após uma semana foragida, entregou-se nesta quinta-feira (25) para a Polícia Federal, onde compareceu acompanhada do marido.

Numa discussão que teve no Senado com o seu rival em Roraima, o ex-ministro e também senador Romero Jucá, ao atacá-lo, recebeu imediatamente o revide: ‘O senador Telmário Mota deve entregar a mulher dele, que é procurada pela polícia’, disse Jucá.

Telmário, pelo visto, ouviu o conselho de seu arqui-inimigo.

da Redação

da Redação

Comentários

Mais em Direito e Justiça