Inacreditável: Gilmar diz que Lula pode pedir indenização por ter ficado preso 580 dias

Ler na área do assinante

Lula não foi inocentado. Muito pelo contrário. A declaração do ministro Gilmar Mendes é, no mínimo, irresponsável.

Em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, afirmou que o ex-presidente e ex-presidiário, Luiz Inácio Lula da Silva, do PT, pode – se quiser – pleitear indenização por ter passado 580 dias preso.

Mendes ainda destacou que a suspeição do ex-juiz federal Sérgio Moro, julgada pela Corte, não será revista.

“Essa questão está resolvida. Porque, de fato, nós julgamos o habeas corpus (da suspeição de Moro na Segunda Turma). Nós temos que ser rigorosos com as regras processuais. Não podemos fazer casuísmo com o processo, por se tratar de A ou de B. O que é curioso é que eu propus que a matéria fosse afetada ao plenário, na época, em 2018, no início do julgamento. E, por três a dois, a minha posição ficou vencida. E, agora, a decisão foi tomada”, comemorou.

De posse de sua elegibilidade para as eleições de 2022, Lula já entrou em contato com Paulinho da Força (Solidariedade) e outros membros da força sindical a fim de “intensificar” viagens pelo Brasil e aproximar-se de políticos do “Centrão”.

Antes de receber a “dádiva” do STF, o petista defendia o movimento “fique em casa” e chegou a fazer apelo para a população em entrevista veiculada nas redes sociais.

“Não saia. Não vá para festa. Não vá para aniversário. Fique em casa cuidando de você, cuidando da sua família, que é o melhor que a gente pode fazer”, ponderou, na época.

Em dezembro de 2020, mesmo pregando o “fique em casa”, Lula viajou a Cuba, foi diagnosticado com a Covid-19 e foi tratado em um hospital da ilha, ficando 14 dias em quarentena. Foi uma das viagens de ex-presidenciais mais caras da história.

A comentarista política, Ana Paula Henkel, no programa “Os Pingos nos Is”, da Jovem Pan, desta terça-feira (20), ironizou os comentários de Gilmar Mendes sobre uma possível “indenização” a Lula e disse que o STF não protege a Constituição brasileira.

“Acho que o Brasil deveria pleitear indenização em relação ao Gilmar Mendes rasgando a Constituição e virando praticamente toda a semana um cheerleader de pompom na mão para colocar o Lula ‘rodando’ o país, com um fique em casa gourmet”, criticou, lembrando que os ministros do Supremo atuaram em outros casos – como o do deputado federal Daniel Silveira e do jornalista investigativo Oswaldo Eustáquio – sem nenhum zelo pelas regras constitucionais.

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário,

cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Fonte: JPNews

da Redação
Ler comentários e comentar