STF torna quase impossível reconstituição de ações da Lava Jato contra Lula

Ler na área do assinante

Ao declarar o ex-juiz federal Sérgio Moro, parcial no caso do tríplex de Guarujá, a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) anulou não só as condenações referentes ao ex-presidente e ex-presidiário, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), no âmbito da Operação Lava Jato, como também todos os atos praticados por Moro durante as investigações. Isso inclui a coleta de documentos e testemunhos usados para incriminar o líder petista.

Em discurso enfático no plenário da Casa, nesta quinta-feira (22), o ministro Luis Roberto Barroso afirmou que as provas são a única coisa que importa no processo penal.

"Ou tem prova, ou não tem", bradou.

Barroso sabe muito bem do que fala. Afinal será questão de tempo até que a decisão monocrática do colega Edson Fachin se estenda aos outros processos em que o petista ainda é réu.

Provavelmente, Lula se livrará de todos.

É como um jogo de dominó: a primeira peça já foi empurrada. As outras cairão em sequência...

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário,

cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Fonte: Folha

da Redação
Ler comentários e comentar