“Nem amarrada, voto no PT”, dispara Janaína Paschoal sobre decisão do PSL

Ler na área do assinante

A deputada estadual Janaina Paschoal (PSL-SP), uma das autoras do pedido de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), usou as redes sociais, nesta terça-feira (27), para explicar como está a situação dela no PSL.

De acordo com a jurista, houve uma reunião entre ela e o deputado federal Junior Bozzella (PSL-SP), que é presidente estadual da sigla. Na ocasião, Janaína pediu que ele informasse a ela um aviso prévio sobre as novas posições que serão adotadas pelo partido nos próximos meses, especialmente, no que diz respeito a decisões em torno do cenário eleitoral de 2022.

A parlamentar destacou que houve mudanças ideológicas significativas na legenda, que deixou o espectro político de direita e passou a aderir a posições do “Centrão”, incluindo fusão de pautas com políticos e lideranças da esquerda.

Para Janaína, crítica fiel do “Lulopetismo”, não há qualquer possibilidade de “acenar” em defesa dos ideais esquerdistas ou apoiar o PT.

“Ontem, fiz uma reunião com o Deputado Bozzella, Presidente Estadual do PSL, e pedi para ser avisada logo; caso o partido considere apoiar o Lulismo. Entrei em um Partido de Direita, que já virou Centro. Também já disse ao Presidente Bivar que nem amarrada voto no PT!”, disparou.

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário,

cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar