Bolsonaro confirma prioridade do Governo para aprovar a PEC do voto impresso auditável

Ler na área do assinante

Em sua tradicional live de quinta-feira (29), o Presidente teve como pauta principal a FUNAI e ao seu lado estava o seu Presidente, Marcelo Xavier.

Bolsonaro ironizou manchetes da imprensa que agora querem responsabilizá-lo por não ter orientado os gastos com os recursos destinados aos estado para o combate à pandemia.

O próprio TCU também apontou para este tipo de responsabilidade por parte do Governo Federal.

Parece piada de mau gosto... O Governo Federal faz um esforço hercúleo para descentralizar recursos, os Governadores fazem mau uso e agora a responsabilidade seria do próprio descentralizador do dinheiro - o Governo Federal.

Embora o Presidente não tenha mencionado nada sobre as manifestações do próximo dia 1° de maio, ele falou sobre uma das pautas do dia: o voto impresso auditável.

“A prioridade do governo em 2021 será aprovar a PEC do voto impresso auditável até setembro de 2021, um ano antes das eleições”

Em almoço que estive ontem e que contou com a presença dos Deputados Federais Major Vítor Hugo, Carla Zambelli e Carlos Jordy, a Deputada Bia Kicis já havia adiantado a prioridade sobre o voto impresso, confirmando a próxima prioridade também: a revogação da PEC da Bengala.

Confira a live do Presidente e os meus comentários ao final:

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Foto de Emílio Kerber Filho

Emílio Kerber Filho

Escritor. Autor do livro "O Mito - Os bastidores do Alvorada".

Ler comentários e comentar