Sem dinheiro, MST parou de levar terror ao campo, comemora Bolsonaro (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

Em discurso a agricultores, criadores e empresários da pecuária e do agronegócio (na 86ª ExpoZebu), o presidente Jair Bolsonaro exaltou a redução de invasões por grupos terroristas como o MST e outros movimentos que se auto intitulam representantes de camponeses.

“Nós aqui preservamos o direito à propriedade privada (…) ela é tudo para nós, essa garantia, essa segurança é que nos dará a independência econômica e dias melhores a nosso povo (…) nós devemos rever a emenda constitucional 81 de 2014 que tornou vulnerável a questão da propriedade privada… é uma emenda que não foi regulamentada e não será em nosso governo, pois é preciso alterar (…) em nosso governo poucas invasões tivemos no campo, pois tivemos a perspicácia de minar os recursos para o MST, acabamos com o repasse de ONGs e eles perderam força e deixaram de levar o terror ao campo”.

Bolsonaro também citou a parceria com os indígenas brasileiros:

“Tivemos poucas ações negativas por parte dos nossos ‘irmãos índios’, que eram levados por maus brasileiros, a cometer este tipo de infração (…) hoje em dia vemos cada vez mais os ‘irmãos índios’ participando do progresso de nosso país, como os Paresís, os Baikiris e os Kayapós, que querem investir cada vez mais e produzir também".

Veja o vídeo:

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar