Bolsonaro anuncia libertação de motorista brasileiro preso na Rússia há dois anos (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

Robson Oliveira, ex-motorista do jogador de futebol Fernando, recebeu indulto do Governo russo e foi libertado neste domingo (2), após dois anos preso por entrar no país com um medicamento de uso controlado que continha uma substância proibida naquele país.

O anúncio da libertação de Robson foi feito pelo presidente Jair Bolsonaro, depois de uma conversa com o Embaixador do Brasil em Moscou, Tovar Nunes, e com o próprio Robson, que já está na embaixada brasileira, em Moscou.

"Depois de uma longa negociação foi anunciada hoje (domingo) a liberdade do Robson, que trabalhava com o jogador Fernando, do Spartak, de Moscou", comemorou Bolsonaro em vídeo nas redes sociais.
"Foram dois anos que Robson passou detido na Rússia e, hoje, agradecemos ao presidente (Vladimir) Putin, ao Embaixador russo no Brasil e ao Embaixador brasileiro na Rússia. É um dia de alegria e, se Deus quiser, na próxima quinta-feira, receberemos o Robson aqui no Brasil”, comentou.

Robson foi preso, em março de 2019, ao entrar na Rússia com um medicamento controlado que continha cloridrato de metadona. A substância, em questão, pode tratar o vício em drogas pesadas e, por isso, é proibido naquele país. No Brasil, porém, a venda é permitida em determinados medicamentos controlados.

O motorista levou o remédio porque era uma encomenda da família do jogador Fernando que, hoje, atua no time chinês Beijing Guoan. Mas, na época da prisão de Robson, jogava no Spartak de Moscou.

Robson foi condenado a três anos de prisão. Em outubro de 2020, o caso foi levado a Bolsonaro pelo jogador do Palmeiras, Felipe Melo, e o governo brasileiro começou a pedir ao governo russo que libertasse o motorista. O presidente falou, pessoalmente, com Putin sobre o assunto e encaminhou uma carta pedindo sua libertação.

Tendo uma boa relação com o presidente russo, Bolsonaro conseguiu que ele incluísse o brasileiro na lista de indultos do governo russo, elaborada durante a semana de Páscoa da igreja ortodoxa.

Já instalado na embaixada brasileira em Moscou, Robson, acompanhado do embaixador brasileiro em Moscou, conversou por telefone com Bolsonaro e com o chanceler Carlos Alberto França.

"Minha vontade de voltar é muito grande, de ver minha família", disse o motorista, que deve embarcar de volta ao Brasil na próxima quarta-feira (5).

Confira o vídeo:

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário,

cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Fonte: Exame

da Redação
Ler comentários e comentar