A PF no encalço e o “crime” da indígena do PSOL, vice de Boulos em 2018

Ler na área do assinante

Se dá em Chico, tem que dar em Francisco

Com ações contra a “politiqueira suja de esquerda” que a “justiça” tem se prestado a atender nos últimos tempos, a Polícia Federal começa a “botar ordem na casa” e mostra que se a regra vale para um, vai valer pra outro também.

Sonia Guajajara, a líder indígena e pré-candidata a vice-presidente da república na chapa encabeçada por Guilherme Boulos, na campanha de 2018, foi intimada a depor em inquérito aberto a pedido da Fundação Nacional do Índio (FUNAI).

Guajajara, que também coordena a APIB (Articulação dos Povos Indígena do Brasil), foi acusada de difamação e divulgação de fake news contra o governo federal, em uma série em vídeo da internet (webserie) com o título de Maracá.

Segundo a FUNAI, o conteúdo produzido e publicado em 2020 contem dados e informações falsas sobre o coronavírus entre a população indígena.

No primeiro episódio, que ainda pode ser encontrado após se vasculhar o mecanismo de busca do Youtube, por exemplo, há a participação de lideranças indígenas, representantes de supostos movimentos sociais organizados pela causa indígena e ambiental, o médico Dráuzio Varela (ainda tentando limpar a barra?) e claro, artistas … muitos artistas do Brasil e de fora, com suas entonações de voz, tristes e cheias de melancolia e drama.

Em algumas falas, por exemplo, fala-se que a COVID-19 dizimou comunidades inteiras de indígenas ou ainda que “todos os anciãos” foram mortos pela doença que veio da China. Tudo, segundo os interlocutores, por culpa de falta de atendimento ou apoio da saúde pública.

Se, por um lado, os que apoiam o governo e até mesmo jornalistas e deputados federais acabam presos e perseguidos por “uma justiça a serviço da esquerda” por exporem a verdade, a Polícia Federal parece impor um ponto de equilíbrio. Mas, desta vez, quem tem que se explicar é a mesma esquerda, mas por suas mentiras.

Pau que dá em Chico, bate em Francisco!

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar