PSOL tenta enquadrar Eduardo Bolsonaro e passa vergonha publicamente

Ler na área do assinante

A bancada do PSOL na Câmara dos Deputados agora quer calar seus opositores, até quando a opinião é sobre uma notícia ocorrida no exterior.

E o alvo dos esquerdopatas em “esperneio sem fim” volta a ser o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP)

Tudo porque o parlamentar teceu um comentário sobre a decisão do novo congresso de El Salvador (país da América Central), que no sábado destituiu, em decisão plenária, 5 juízes da Câmara Constitucional da Suprema Corte do país, poder similar ao STF aqui no Brasil.

No Twitter, Eduardo escreveu,

"O Congresso destituiu todos os ministros da Suprema Corte por interferirem no Executivo, tudo constitucional".
"Juízes julgam casos, se quiserem ditar políticas que saíam às ruas para se elegerem".

Os parlamentares do PSOL, entretanto, garantem que o parlamentar cometeu um crime e pedem que o caso seja incluído nos inquéritos sobre os atos antidemocráticos e das fake news, que correm sob a alçada vigilante do ministro Alexandre de Moraes.

Ignorando completamente o direito constitucional de opinião, garantido pela imunidade parlamentar, e distorcendo os fatos, a deputada psolista Fernanda Melchionna, do Rio Grande do Sul, disse ainda que a fala de Bolsonaro é "gravíssima", completando com as velhas frases decoradas da narrativa esquerdista: "segue demonstrando seu autoritarismo e a ideologia que toda a família do presidente segue".

"Não é a primeira vez que ele realiza declarações com esse tom. Não aceitaremos ameaças às liberdades democráticas", disse a parlamentar, sem medo de passar vergonha, de novo!

Na verdade, é fácil observar que é a própria deputada quem tenta ameaçar a liberdade do outro, bastando para tanto, que não concorde com a sua opinião ou a de sua bancada.

A corda esticou e o povo já autorizou … Se a iniciativa do congresso de El Salvador for um exemplo claro de como é possível agir em nome da sociedade, sem desrespeitar a constituição e a ordem democrática … !

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar