"Nas ruas o grito foi único: Eu autorizo o presidente a ter autonomia de governar, direito que foi tirado pelo STF", afirma comentarista (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

O comentarista político Tomé Abduch, durante o quadro Conexão Política do Jornal da Gazeta, analisou as manifestações ocorridas durante o sábado (1º).

Segundo ele, ficou demonstrada a indignação da população brasileira com o uso da pandemia como meio de desestruturar a política nacional.

“A indignação com a corrupção, bilhões desviados, os desmandos de governadores e prefeitos, as decisões que vão na contramão dos anseios de uma sociedade, o Congresso, que somente pauta o que lhe interessa e as interferências entre poderes, levaram a uma grande revolta em nossa sociedade”, analisou ele.

Tomé ainda pontuou que a principal reinvindicação ouvida foi a de que o presidente Jair Bolsonaro deve ter a autonomia de governar o país que o elegeu democraticamente:

“Nas ruas, o grito foi único: ‘Eu autorizo o presidente’. O povo autoriza o presidente a ter autonomia de governar, direito que foi tirado pelas decisões do Supremo Tribunal Federal. Foi um grito de querer que o Brasil volte ao trabalho. De que o dinheiro enviado a estados e municípios, mais de R$ 1,3 trilhões, tenham suas contas prestadas e que os corruptos sejam presos.”

Confira:

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar