O STF, mais uma intervenção ao estilo "Mágico de Oz" e a indignação de Alexandre Garcia (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

O sempre perspicaz e equilibrado jornalista Alexandre Garcia, deu mais um “golpe de direita” na face do STF, em sua participação diária no quadro Liberdade de Opinião, do canal de TV CNN Brasil.

Desta vez, a crítica de Garcia foi ao que chamou de mais uma “interferência indevida de um poder sobre o outro”, ao analisar a decisão do ministro do Supremo Ricardo Lewandowski, que cassou uma decisão do TJ do Rio de Janeiro.

O tribunal fluminense determinou, após pedido do governo do estado, a vacinação prioritária para profissionais de segurança pública e de educação, mas Lewandowski, além de derrubar a medida, ainda comunicou que se houvesse desobediência que implicasse no atraso de vacina a outros grupos prioritários, os agente públicos envolvidos poderiam ser punidos ou responsabilizados por improbidade administrativa.

“Foi uma decisão administrativa sobre outro poder independente (de acordo com o segundo artigo da Constituição) (…) foi uma intromissão, uma interferência indevida (…) em decisão do executivo do Rio de Janeiro, baseado na lógica (…) se tem vacinas paradas para a segunda dose, mas tem gente que esta no ‘front’, que ainda não tomou nenhuma (…) então que se vacine pelo menos estes (…) e depois que chegarem mais, vacina quem estiver esperando a segunda (…), disse Alexandre Garcia.

Sobre os possíveis atrasos e punições, o âncora e jornalista Rafael Colombo lembrou do comunicado do Instituto Butantã, de que não entregaria doses no prazo estipulado.

Garcia, mais uma vez, foi preciso:

“Só se o Supremo ampliar sua jurisdição e punir a China (...) o administrador, prefeito, governador está dependendo do fornecimento de vacina … o Butantã esta dependendo do fornecedor da essência da vacina que vem da China e, por razões de logística, teve um atraso (…)"

E respondeu com ironia aos que insistem em dizer que a China não envia insumos para a vacina, por retaliação ao Brasil.

“Como retaliando, se graças à China o Brasil bateu em abril o recorde histórico de exportações, mais de 26 bilhões de dólares? (…) a China precisa comprar proteína da gente e nós compramos vacina da China (…) estas manifestações do Supremo, parece que estou vendo George Warwell – 1984 – ou, quem sabe, o Magico de Oz.”

Confira o vídeo:

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar