Sérgio Camargo cita o "resgate" do motorista Robson e detona filme produzido por Lázaro Ramos: "Militante desmoralizado pelos fatos"

Ler na área do assinante

Nesta quarta-feira (05), o presidente da Fundação Cultural Palmares, Sérgio Camargo, usou sua conta no Twitter para criticar o filme dirigido por Lázaro Ramos, "Medida Provisória".

O filme vem sendo considerado por muitos como uma tentativa de ataque ao governo do presidente Jair Bolsonaro.

“Lázaro Ramos fez um filme que acusa o governo Bolsonaro de mandar negros de volta para a África. Hoje, retorna ao Brasil um negro libertado da prisão na Rússia pelos esforços do Presidente. 'Medida Provisória’ já é mais um filme militante desmoralizado pelos fatos”, publicou ele.

O retorno, a que se refere Sérgio, é de Robson Oliveira, motorista do jogador brasileiro Fernando, que estava preso desde 2019, na Rússia, por desembarcar no país com remédios proibidos.

Os internautas foram rápidos em comentar a postagem de Sérgio:

“Não sabia nem da existência desse filme kkkkkkk”, respondeu um.
“Eles não enganam mais ninguém com esse papinho furado”, declarou outro.
“Graças a Deus este moço voltou. Estava aflita pela situação dele, com medo do que poderia lhe acontecer. Quanto a estes lacradores, só tenho uma coisa a dizer: ‘os cães ladram e a caravana passa!’ A caravana trouxe para casa um homem inocente. Seja muito bem vindo!”, comentou mais um

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar