Mandetta, o trunfo de Renan, "escorrega" e Teich afirma: "Eu nunca vi nada ligado a corrupção" no Governo (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

A CPI da Covid está protagonizando cenas que vão perambular por muito tempo na política.

Renan Calheiros, o relator da CPI, deu um tremendo "tiro no pé" com a participação de Luiz Henrique Mandetta, ex-ministro da Saúde.

O "trunfo" de Renan, acaba de ser desmascarado pelo próprio presidente da República.

Ao contrário de Mandetta, o também ex-ministro da Saúde do governo Bolsonaro, Nelson Teich, prestou depoimento na CPI na tarde da última quarta-feira (05), porém, com a sua habitual decência, Teich mostrou porque saiu do Ministério pela porta frente.

Ao ser questionado se tinha conhecimento sobre algum ato de corrupção durante o tempo em que foi ministro, esclareceu que, apesar da liberdade para o uso das verbas, o controle era rígido.

“No curto período que o senhor ficou, o senhor viu ou ouviu algum comentário ou presenciou qualquer ato de corrupção de superfaturamento de equipamentos, de testes, algo que você poderia aproveitar o momento e nos repassar?”, questionou o senador Marcos do Val.

O ex-ministro respondeu prontamente:

“Em relação à corrupção não, porque eu sempre deixei muito claro, até porque quanto mais liberdade a gente tinha para gastar, mais rigoroso tinha que ser o processo interno. Então eu nunca vi nada ligado à corrupção no período que eu estive lá”

Uma verdadeira lição de ética e moral em Mandetta.

Confira:

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar