“O que eu sei é que nós temos sim um genocida: Henrique Mandetta. Esse sim matou brasileiros”, afirma deputado Otoni de Paula (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

O deputado federal Otoni de Paula não tem dúvidas: boa parte do parlamento poderia colocar limites em ações que extrapolam até mesmo a democracia ou a própria Constituição, mas isso não acontece por conta de interesses entre o Supremo Tribunal Federal e o Congresso Federal.

Recentemente, o parlamentar foi chamado para prestar depoimento na Polícia Federal, por conta de um vídeo que fez chamando os ministros do STF de vírus e dizendo que haveria uma guerra civil caso derrubassem o presidente Bolsonaro. Ele comentou o caso durante a entrevista:

“Eu fui eleito para ser voz do meu povo e por isso que eu sou parlamentar, é para parlar, para falar o que o povo não pode falar. A coisa está tão estranha, a ditadura da toga está reinando de uma forma tão avassaladora, que, depois que eu prestei todo meu depoimento, não pude exercer o dever e o direito que todo o cidadão que presta depoimento tem, de ao estar com seu advogado, levar consigo uma cópia do seu depoimento”, contou.

Alerta sobre Mandetta

O parlamentar comentou ainda que o presidente Bolsonaro já tinha sido avisado sobre Mandetta.

“Nós já tínhamos alertado ao presidente Jair Bolsonaro lá atrás, sobre Luiz Henrique Mandetta, que não deveria fazer parte do governo dele, mas o presidente Bolsonaro é uma pessoa que quando resolve confiar, confia, não é? Talvez seja tão traído, tão apunhalado pelas costas, porque ele trata as pessoas como se elas tivessem o caráter que ele tem”, ressaltou Otoni.

O deputado relembrou ainda a postura do ex-ministro da Saúde à frente da pasta.

“Em abril de 2020, Mandetta, que gosta tanto de falar que defende a ciência, recomendou que aqueles que sentissem os primeiros sintomas da Covid, fizessem orações, tomassem canja de galinha e, além disso, um chá quente. Bem, eu não sei se a ciência do Henrique Mandetta já comprovou que canja de galinha cura Covid... Como médico, ele deveria saber qual a orientação certa. O ‘fique em casa’ e ‘só saia de casa quando tiver falta de ar’, infelizmente levou muitos brasileiros a óbito. O que eu sei é que nós temos sim um genocida, está claro: Henrique Mandetta, esse sim matou brasileiros”, completou.

Confira:

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar