General sobe o tom, clama ao povo e aos parlamentares para que "unam" esforços: "A democracia e a vontade popular são soberanas" (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

O deputado federal General Girão comentou a rejeição do Projeto de Lei 4754 de 2016, que, segundo ele ‘queria aplicar um sistema de freios no STF’.

Em um vídeo onde analisa a importância de que se cumpra os limites estabelecidos entre os poderes judiciário, legislativo e executivo, o deputado conclama a população e os parlamentares a unirem esforços para que estes limites sejam respeitados.

“Temos de buscar uma alternativa para que o STF entenda de uma vez por todas que ele não é soberano. Soberano é o povo brasileiro. Ele [STF] deve respeitar aqueles que tiveram os votos do povo. É assim que funciona o sistema democrático”, explica o deputado.

Com a sobreposição de poderes, a instabilidade acaba ameaçando a democracia:

“A constituição é clara, não pode haver interferência de um poder sobre outro”, pontua ele.

No mesmo vídeo, a deputada Chris Tonietto explica o projeto e sua importância:

“É um primeiro pressuposto jurídico necessário para começar a colocar as coisas nos seus devidos lugares”, detalhou ela.

Confira:

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar