Ante o "sucesso" de Bolsonaro em Alagoas, Renan dá chilique e ataca novamente o presidente

Ler na área do assinante

O senador Renan Calheiros, relator da CPI da Covid, usou suas redes sociais, na última quinta-feira (13), para atacar novamente o presidente Jair Bolsonaro.

Incomodado com as declarações do presidente, que questionou diversas vezes sua 'imparcialidade' e sua 'moral' para ser relator da CPI, Renan tentou rebater:

“São inúteis as tentativas do presidente de tentar me intimidar. São infrutíferas as manobras para mandar o filho me ofender e a visita a MCZ para inaugurar obra já inaugurada. Minha resposta será trabalho e empenho. O país já sabe que Bolsonaro e bom senso não cabem na mesma frase”, disse o senador.

Sempre parcial e em busca de seus objetivos inconfessáveis, Renan ousou defender sua posição na CPI, criticando o presidente:

“Acabo de ser informado que o presidente foi a Alagoas em avião presidencial inaugurar obra já inaugurada. E me atacar pessoalmente e atacar essa comissão parlamentar de inquérito.
Em resposta ao presidente da República, dizer que o que nos preocupa verdadeiramente é o número de mortes que aconteceram no Brasil. São mais de 428 mil vítimas. Se ele não respeita a CPI, por favor, pare com baixaria.
Ele tem seus interesses e defende seus interesses próprios. Suas agressões são socos no ar. A CPI não vai sucumbir a isso, vai cumprir seu papel”.

A "dor de cotovelo" e o sentimento de "fracasso" está enorme!

Bolsonaro foi ovacionado na terra de Renan e os depoimentos da CPI desmontaram a ardilosa armação.

A CPI já está desmoralizada.

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar