Mesmo com a pandemia, PIB passa de 3,2% para 3,5% em 2021

Ler na área do assinante

O Boletim Macrofiscal de Maio, divulgado nesta terça-feira (18), pelo Ministério da Economia, anunciou o crescimento de 3,2% para 3,5%, da projeção do Produto Interno Bruto (PIB) para 2021.

Segundo a publicação, o aumento da estimativa do PIB de 2021 se deve a uma melhora da expectativa do resultado econômico do primeiro trimestre de 2021, ‘mesmo diante do aumento das regras legais de distanciamento e a despeito do fim do auxílio emergencial’.

Para o segundo semestre deste ano, a previsão é de uma aceleração do setor de serviços, com a ampliação da vacinação no país sendo um dos fatores fundamentais para a retomada da atividade econômica.

O boletim mostra, ainda, que a previsão de inflação pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) para este ano é de 5,05%, acima do centro da meta de inflação de 3,75% prevista anteriormente para o ano.

“Deve-se salientar que a incerteza nas estimativas atuais ainda permanece significativamente elevada. Ademais, as projeções da atividade para este e para os próximos anos tornam-se particularmente sensíveis à divulgação dos dados e ao desenrolar dos efeitos da covid-19 e do processo de vacinação, principalmente considerando os seus efeitos no PIB de longo prazo”, diz o boletim.

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar