Moraes anula mais duas ações de Bretas na “Lava Jato” e beneficia Temer

Ler na área do assinante

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), anulou mais duas ações penais contra o ex-presidente Michel Temer (MDB), nesta terça-feira (18), e remeteu a investigação para a 12ª Vara Federal do Distrito Federal. Os casos tramitavam no Rio de Janeiro e em São Paulo.

As ações penais fazem parte das operações “Descontaminação e Radioatividade”, que envolvem acusações de desvios na Eletronuclear e lavagem de dinheiro por meio de contratos falsos e contas no exterior.

O Ministério Público Federal (MPF) apontou um desvio de R$ 11 milhões aos cofres públicos. Temer foi considerado o destinatário final do dinheiro. Mas, ele nega as acusações. O ex-presidente respondia pelos crimes de peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

“Deverão os juízos da 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro (Marcelo Bretas) e da 2ª Vara Criminal Federal de São Paulo cumprir, imediatamente, a decisão, aqui, proferida e informar esta Suprema Corte, no prazo de 24 horas, sobre a remessa dos autos dos processos para a 12a Vara Federal da Seção Judiciária do Distrito Federal˜, argumentou Moraes na sentença.

Em abril passado, atendendo recurso da defesa do ex-ministro Moreira Franco, Moraes anulou outra ação contra Temer derivada da “Descontaminação”. O processo apura crimes de corrupção passiva e ativa e lavagem de dinheiro envolvendo as obras de construção da Usina Nuclear de Angra 3 pela Eletronuclear.

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário,

cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar