Senador “DPVAT” demonstra despreparo e desrespeito ao ignorar a patente do General Eduardo Pazuello (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

Truculento, mal educado e extremamente deselegante. Assim foi o comportamento do senador Randolfe Rodrigues, quando inquiriu o General Eduardo Pazuello, na famigerada CPI da Covid, mais conhecida como “CPI dos horrores”.

De fato, uma lástima o desempenho de Randolfe.

Num ambiente como o Senado Federal, seria natural e necessário o respeito ao cargo e a posição das pessoas, mormente de uma testemunha que já foi ministro da saúde.

Ademais, Eduardo Pazuello é um general do exército, homem respeitado e dono de uma carreira exemplar.

Inadmissível que tenha sido tratado pelo suspeitíssimo senador Randolfe Rodrigues como “seu Eduardo”, numa clara tentativa de diminuí-lo, ignorando a sua elevada patente.

Veja o vídeo:

Ao final, Randolfe ainda pediu a quebra dos sigilos telefônico, fiscal, bancário e telemático do general Eduardo Pazuello, caracterizando a mais completa inversão de valores.

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar