Polícia do Rio faz nova operação, bandidos se rendem, 17 são presos e ninguém morre (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

A Polícia Civil do Rio de Janeiro prendeu, nesta sexta-feira (21), 17 pessoas em uma megaoperação na Baixada Fluminense contra traficantes investigados, entre outros crimes, pelo desaparecimento de três meninos de Belford Roxo.

O Complexo do Castelar é investigado por instaurar um “tribunal do tráfico” na região e por roubar veículos e cargas em toda a Baixada Fluminense.

É um grupo criminoso, fortemente, armado e perigoso. Entretanto, as equipes saíram na madrugada desta sexta-feira para cumprir 24 mandados de prisão e contavam com o apoio de um blindado, que dava suporte aos 150 policiais presentes na ação.

A operação seguiu os trâmites normais e, apesar das frequentes críticas da "mídia do ódio" em virtude da atuação policial em comunidades do RIO, como a que ocorreu no início de maio, em Jacarezinho, quando 27 traficantes morreram; os agentes tiveram um excelente desempenho, prendendo 17 pessoas sem atirar uma única vez.

Isso prova que a reação da polícia depende da ação dos criminosos. Em Jacarezinho, por exemplo, os bandidos, todos armados, não se renderam. Ao contrário, atiraram nos policiais, que revidaram em seguida. Um agente morreu no exercício do dever.

A conclusão que chegamos é que, se o bandido não quer morrer, basta se entregar. Simples assim.

Confira o vídeo:

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário,

cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Fonte: G1

da Redação
Ler comentários e comentar