A “onda Bolsonaro” cresceu e virou tsunami (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

Mesmo diante de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19, que tenta imputar em Jair Bolsonaro a culpa por mais de 400 mil mortes no Brasil em virtude do coronavírus, a verdade é que o país, de ponta a ponta, tem manifestado apoio ao presidente.

Bolsonaro já percorreu o território brasileiro em diversas regiões, entrou na casa de cidadãos comuns, ouviu as pessoas nas ruas, passeou de moto em Brasília, participou de manifestação em defesa dos direitos de culto presencial e, neste domingo, os cariocas realizaram uma linda “motociata” em favor do chefe do Planalto.

Vestidos de verde e amarelo, com a bandeira do Brasil, faixas de apoio e muita empolgação, moradores, aliados e apoiadores “puxaram” uma passeata de motoqueiros, que cortou diversos bairros do Rio de Janeiro e encerrou no Monumento dos Pracinhas, no Aterro do Flamengo, área central da cidade.

Isso prova que o povo tem completo discernimento de que a tentativa da CPI de criar narrativas em torno de Bolsonaro é, simplesmente, uma farsa, um teatro que não tem apoio da população; servindo apenas de palanque para senadores e para os mais “nervosinhos”, como Randolfe Rodrigues (Sustentabilidade-AP), “sonharem” com o impeachment do presidente mais querido do Brasil.

Bolsonaro dirigiu todo o percurso de moto. Fez um discurso de pouco mais de cinco minutos, agradeceu todo o apoio e, em seguida, saiu. Foi o suficiente para demonstrar que a “onda Bolsonaro” cresceu. Agora, ela é tsunami!!

Confira o vídeo:

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário,

cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar