Brilhante, Caio Coppolla desmascara, mais uma vez, a hipocrisia e parcialidade da grande mídia (veja o vídeo)

Analista mostra a cobertura vergonhosa a favor das pautas de esquerda e os ataques contra Bolsonaro

Ler na área do assinante

O analista político e youtuber Caio Coppolla, considerado um dos maiores influenciadores do Brasil, publicou mais um vídeo em que desmascara a hipocrisia da grande mídia e de movimentos que têm como prática contumaz, os ataques ao presidente Jair Bolsonaro e todo o universo que o rodeia.

Coppolla começa mostrando a greve realizada pelo Metrô de São Paulo, por iniciativa do sindicato da categoria, que paralisou a maior cidade do país, impactando dois milhões de passageiros, gerando caos, aglomerações e a exposição das pessoas ao vírus chinês.

Situações que este mesmo sindicato – Metroviários de São Paulo – tem criticado e jogado nas costas do presidente Bolsonaro.

Caio Coppolla mostra a forma criminosa e imoral utilizada pelo sindicato para decidir sobre a greve, sem aviso à população e agindo de maneira a forçar um acordo com o governo, usando o povo como escudo e o fator pandemia como ferramenta de manipulação e chantagem.

O analista político ainda escancara a cobertura dada pela grande mídia, no caso a Rede Globo, que ignorou em sua reportagem os fatores aglomeração e contaminação, tratadas de forma violenta quanto se trata das ações relacionadas ao Palácio do Planalto, mas simulando, no caso da greve, a imparcialidade de um jornalismo sem lado.

“o sindicato dos metroviários expos a população a risco de forma ilegal por causa do aumento de remuneração numa situação de crise econômica e não existe argumento que justifique isso. Mas pela sua relação histórica com a esquerda, a imprensa partidarizada sempre alivia as criticas aos abusos das lideranças sindicais.
Ainda mais agora que o sindicatos ligados ao lulopetismo, assim como o jornalismo militante, fazem oposição sistemática ao presidente da Republica, naquela lógica do quanto pior melhor. Por isso que nós vimos as manifestações violentas da esquerda serem noticiadas como atos democráticos, e por isso que a imprensa minimiza os riscos a saúde publica quando as aglomerações são convocadas pela esquerda, especialmente , se os atos forem contra o presidente … tá na cara”.

Fala Coppolla, que aponta ainda a divulgação dada pela mídia às manifestações contra o presidente, marcada para o próximo dia 29, sem citar os riscos, e o desprezo pela gigantesca motociata organizada a favor do presidente no ultimo domingo (23), focando apenas nas críticas e abrindo mão da notícia.

Confira:

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar