Senadores encurralam presidente interino

O jogo é pesado e extremamente fisiológico.

Ninguém está preocupado com a crise ou, pelo menos, às questões individuais, cada senador coloca em primeiro lugar. É assim que o jogo é jogado.


Michel Temer, de acordo com a jornalista Monica Bergamo, do jornal Folha de São Paulo, está exaurido, não mais suportando a intensa pressão de senadores que se dizem indecisos sobre o impeachment.

Tais fatos demonstram claramente que a República Presidencialista acabou. A classe política é infame e só sobrevive barganhando e na base do ‘toma lá, dá cá’.

Ainda, segundo Bergamo, Temer já chegou a dizer em algumas ocasiões, diante da petulância e acharque de senadores: ‘Então votem na Dilma’.

É, de fato, uma intolerante e infindável ‘chantagem explicita’.

Para Temer, só resta uma saída, pensar no país e esquecer a eventual continuação no cargo.

Será que ele é capaz?

Edmundo Zanatta

redacao@jornaldacidadeonline.com.br

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política