Morre professor da UFRN que incentivou o "fuzilamento" de bolsonaristas

Ler na área do assinante

Mário Trajano, advogado e professor de Direito da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), infelizmente, faleceu na última quinta-feira (27), aos 44 anos.

O professor ficou conhecido na web após afirmar que apoiadores do presidente Jair Bolsonaro deveriam ser “fuzilados”.

Na época, Mário Trajano respondeu a uma publicação de um outro professor, sobre o que chamavam de “golpe de 2016”, onde afirmou:

“Muitos dos nossos colegas de docência, professor, apoiaram o golpe de 2016 e a eleição fraudada de 2018. Eles são traidores da Pátria.
Sinceramente, camarada, creio-nos como inimigos da Pátria Brasileira e tenho a absoluta certeza que em uma revolução popular vitoriosa esse tipo de gente, inimiga do Brasil, deveria ser fuzilada! Viva a Revolução! Viva a Pátria Brasileira!"

Nas redes sociais amigos e familiares estão se despedindo e lamentando a morte do professor Mário Trajano.

Que Deus o tenha!

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Fonte: JCO ; OABRN e Facebook

da Redação
Ler comentários e comentar