General Mourão debocha da "hipocrisia" nas manifestações esquerdistas: "Tem aglomeração do bem agora?"

Ler na área do assinante

O vice-presidente da República, general Hamilton Mourão, comentou, nesta segunda-feira (31), sobre as manifestações contra o presidente Jair Bolsonaro, ocorridas no sábado em diversas cidades do país.

Após as diversas críticas feitas pela esquerda às manifestações de apoio ao presidente, dizendo que seria irresponsabilidade fazer esse tipo de aglomeração durante a pandemia, Mourão ironizou:

“A gente sabe que tem oposição. Tem um núcleo duro aí que não gosta do nosso governo. Agora, foi aglomeração, né? Tem aglomeração do bem agora? Não tem distanciamento nenhum ali”, afirmou Mourão.

Apesar da baixa adesão das manifestações ocorridas no dia 29, um fracasso da esquerda, Mourão aproveitou para falar sobre uma das pautas defendidas pelos militantes durante os atos:

“Desde o fim do período de presidentes militares, não teve nenhum presidente que não tivesse passado sob ameaça de impeachment, sendo que dois sofreram efetivamente o processo de impedimento [Fernando Collor e Dilma Rousseff].
O presidente [José] Sarney sofreu as ameaças, o próprio Fernando Henrique, o presidente Lula. Terminado o governo, vamos para um processo eleitoral. Se a maioria da população quiser uma mudança, ela vota pela mudança. É assim que funciona.”, declarou ele.

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar