Em Curitiba, vacinação faz "pausa” de feriadão

Ler na área do assinante

A vacinação contra o novo coronavírus, em Curitiba, capital do Paraná, foi suspensa a partir desta quinta-feira (3), feriado de Corpus Christi, e será retomada somente na segunda-feira (7), segundo informações da Secretaria Municipal da Saúde.

A notícia chamou a atenção da população, que, insatisfeita, esperava justamente que os dias de folga dados ao trabalhador comum fossem aproveitados para convocar as pessoas e acelerar o processo, garantindo imunização a um grupo maior nesses quatro dias.

A medida foi criticada pelo empresário e dono da rede de lojas Havan, que postou em seu Twitter:

“Fecham as empresas, destroem os empregos, acabam com a vida de milhares de pessoas e não têm a responsabilidade de continuar a vacinação contra a COVID-19 porque tem um feriadão? Isso é um absurdo. E você, me diga aqui nos comentários o que achou”?

Enquanto prefeitos e governadores seguem acumulando decisões absurdas em série, a grande mídia parece ignorar e prefere apontar suas “armas” para o presidente Jair Bolsonaro.

O presidente, “acusado de negacionista”, já disponibilizou, por meio do ministério da Saúde, mais de 100 milhões de doses de vacinas a estados e municípios, assinou um acordo que transferiu ao país a tecnologia para a fabricação do imunizante, sem mais a dependência dos insumos chineses.

E a esquerda pira!

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Fonte: Gazeta do Povo

da Redação
Ler comentários e comentar