Senado diz que vai recorrer de habeas corpus do STF que liberou Wilson Lima de depoimento (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

Na abertura da sessão da CPI da pandemia, na manhã desta quinta-feira (10), o presidente do colegiado, senador Omar Aziz comunicou que o Senado Federal irá recorrer com o objetivo de derrubar o habeas corpus concedido pelo Supremo Tribunal Federal, que liberou a obrigatoriedade de comparecimento e mesmo de depoimento do governador do Amazonas, Wilson Lima.

Lima foi convocado a depor nesta quinta, mas acabou salvo “na madrugada”, após a ministra Rosa Weber aceitar o pedido dos advogados dele. O hábeas corpus garantia ao governador a possibilidade de comparecer e permanecer em silêncio, mas ele preferiu, porém, comunicar que não compareceria à CPI.

Omar Aziz, ao ler a peça assinada por Rosa Weber, chamou a atenção para um ponto em que Wilson Lima alegava o não comparecimento, para evitar que “sofresse constrangimentos físicos ou morais”.

“Iremos recorrer dessa decisão, respeitamos a decisão da ministra Rosa Weber [...] mas acredito que o governador do estado do Amazonas perde uma oportunidade impar de esclarecer ao Brasil e, principalmente ao povo amazonense, o que aconteceu no estado do Amazonas”, disse Aziz

Chamou a atenção, entretanto, durante a fala de Aziz, a sua calma carregada até de certa “suavidade na voz”, bem diferente dos ataques histéricos que costuma ter quando contrariado, seja por quem for.

Difícil mesmo, é acreditar que o próprio senador que preside a CPI não soubesse, de antemão, o que estava por vir.

Veja o vídeo:

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar