Fernanda Torres, que culpa Bolsonaro por suposta “lentidão” no cronograma de vacinação, rejeita imunizante da AstraZeneca

Ler na área do assinante

Esquerdista politiza tudo e depois joga a culpa nos adversários. A atriz global Fernanda Torres, filha de Fernanda Montenegro, virou o assunto mais comentado (negativamente) deste último final de semana.

É que a artista fez o impensável: rejeitou tomar a vacina AstraZeneca contra a Covid-19, no Hospital Municipal Rocha Maia, em Botafogo, no Rio de Janeiro, para onde tinha se deslocado a fim de ser imunizada.

Segundo ela, o medo dos efeitos colaterais foi maior do que a vontade de ser vacinada.

A atitude da “moça” lhe rendeu uma enxurrada de críticas na internet; já que Fernanda costuma censurar a “lentidão” do Governo Bolsonaro em vacinar a população. Por isso, em poucos minutos, a atriz começou a ser questionada por internautas no Twitter.

“Sem vacina pra todo mundo, lentidão pra imunizar as pessoas, casos cada vez maiores e a Fernanda Torres escolhendo qual vacina tomar? Me poupe viu”, disse uma.
“Fernanda Torres, que coisa é essa?”, disse mais um.

A atriz Patrícia Pillar falou sobre a vacina rejeitada pela colega:

“Tomei AstraZeneca e tô feliz. Toma a que tiver no posto quando chegar a sua vez. O importante é se vacinar, com a primeira e a segunda dose para proteger vidas! Vacina para todos! Vacina já!”, disse ela.

Após a polêmica, Fernanda Torres não se posicionou em suas redes sociais.

Calma, gente. Talvez, a “moça” queira a CoronaVac. Vai entender...

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário,

cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Fonte: Marie Claire

da Redação
Ler comentários e comentar