Senador rebate narrativa "tendenciosa" de depoentes da CPI e deixa Randolfe "nervoso" (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

Na última sexta-feira (11), durante o depoimento do médico Cláudio Maierovitch e a microbiologista Natalia Pasternak, na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, o senador Carlos Heinze rebateu uma "narrativa tendenciosa" imposta pelos depoentes.

Durante o depoimento, os depoentes tentaram impor o entendimento de que "nada foi feito" pelo governo federal para o enfrentamento da pandemia e controle dos efeitos na economia:

“Infelizmente, a nossa mídia mostra pouco", disse o senador, mostrando algumas notícias divulgadas pela mídia internacional.

Heinze ainda prosseguiu:

“Nunca se liberou tanto dinheiro para a saúde como se liberou em 2020 e continua liberando em 2021. [...]
Dinheiro houve. E foi repassado aos estados e municípios, e também aos próprios hospitais.”

A fala do senador causou um visível desconforto e nervosismo no vice-presidente da CPI Randolfe Rodrigues:

Confira:

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar