Ministro na contramão faz campanha para evitar a CPI da Lei Rouanet

O ministro da Cultura, Marcelo Calero, talvez até pelo ardor de sua juventude - 33 anos - está enfiando os pés pelas mãos e indo em confronto ao sentimento da população.


Como consequência, vai fatalmente acabar totalmente isolado, falando sozinho, pois está angariando antipatia popular e jamais conseguirá o apoio da classe artística.

Um grupo crescente de deputados quer efetivamente criar a CPI da Lei Rouanet.

Calero tem se colocado totalmente contra a iniciativa e já iniciou uma verdadeira campanha contra. Tem visitado todos os gabinetes na Câmara Federal buscando abortar a iniciativa.

A ação do ministro é totalmente impopular e absolutamente desnecessária. Atualmente no Brasil, tudo que diz respeito a investigação tem que ser feito. O povo quer.

Ora, aqueles que foram beneficiados com recursos advindos da Lei Rouanet e utilizaram a verba de maneira correta, não tem o que temer.

Quem o ministro quer proteger?

Amanda Acosta


redacao@jornaldacidadeonline.com.br

da Redação

Comentários

Mais em Política