Adélio pode ganhar liberdade apenas quatro meses antes das eleições de 2022 (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

Adélio Bispo dos Santos, responsável, mas não responsabilizado judicialmente pela facada dada no então candidato à presidência Jair Bolsonaro, em setembro de 2018, pode ganhar a liberdade em 2022.

Adélio foi absolvido pela justiça por conta de uma "condição psiquiátrica", em uma decisão que determinou sua internação por tempo indeterminado, com uma reavaliação do seu estado mental depois de três anos.

Se o prazo determinado pela decisão for seguido, a reavaliação deverá ser feita em 14 de junho de 2022, quatro meses antes das eleições presidenciais.

Porém, algumas dúvidas sobre o atentado que quase ceifou a vida de Jair Bolsonaro ainda continuam...

Saiba detalhes do caso. Assista ao vídeo:

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Fonte: Fórum

da Redação
Ler comentários e comentar