A escancarada negociação de vaga no STJ e o marasmo do STF

A negociação de uma vaga de ministro do Superior Tribunal de Justiça, para beneficiar o empresário Marcelo Odebrecht, parece uma hipótese cada vez mais evidente e incontestável.


A mulher honrada age na surdina, na calada da noite e sem nenhum remorso, através de seus asseclas.

A versão de que o ministro Marcelo Navarro foi escolhido e nomeado numa estratégia para influenciar nas investigações da Operação Lava Jato, encontra amplo respaldo nas delações de Delcídio do Amaral e Nestor Cerveró, que agora serão corroboradas pelas delações do próprio Odebrecht e de inúmeros executivos da empresa.

A própria atuação do ministro no cargo, está em absoluta consonância com o que foi dito pelos delatores.

Tal situação, gera um clima de enorme descrença em nossas instituições. Até mesmo em função da seletividade processual existente nos tribunais superiores, onde, por exemplo, os processos contra o senador Renan Calheiros simplesmente não andam.

Daí, entendermos o clamor feito pelo juiz Sérgio Moro, de que necessitava da força popular para dar continuidade ao seu trabalho. 

Esse réu protegido pelo STF é o mesmo que foi flagrado tramando contra a Operação Lava Jato e, pasmem, é presidente do Congresso Nacional.

Amanda Acosta

redacao@jornaldacidadeonline.com.br

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça