Em mais um devaneio, Joice "surta" e "cospe no prato que comeu"

Ler na área do assinante

Eleita com mais de um milhão de votos nas eleições de 2018, quando apoiava publicamente o então candidato à presidência Jair Bolsonaro, Joice Hasselmann se virou contra o presidente eleito e, desde então, travou uma guerra.

Entretanto, a parlamentar pagou um preço caríssimo por sua insanidade...

Joice foi um verdade fracasso quando, em 2020, concorreu à prefeitura de São Paulo e ficou com apenas 1,84% dos votos.

Mas parece que Joice não aprendeu a lição.

Logo após ingressar com uma ação no Tribunal Superior Eleitoral, na última segunda-feira (14), solicitando sua desfiliação do PSL, a deputada novamente atacou Bolsonaro:

“Estou vendo para onde eu vou. Estou considerando três partidos, conversando diretamente com os presidentes dos partidos e obviamente tudo isso está linkado com a nossa terceira via para a eleição de 2022. Por óbvio, eu jamais estarei com o PT e nem com uma arma na cabeça eu voto no Bolsonaro”, disse Joice.

Mas, no momento, Joice também tem mirado seu veneno em outro alvo, o partido a que era filiada até então.

Joice protocolou, também, uma ação contra o PSL por "justa causa", afirmando que o partido se tornou a 'representação do que há de pior na política":

“Entrei na Justiça hoje para deixar a legenda por justa causa. Não sou boba. Sei que partido é problema, mas o PSL virou a representação do que há de pior na política”, declarou ela.

Cuspiu no prato que comeu e terá que arcar com as consequências dos seus atos.

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar