“Nosso estado de direito está quebrado! Está destruído! Foi jogado na lona!”, alerta mestre em direito público (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

O passaporte ‘sanitário’ pode significar uma verdadeira ‘morte civil’, de acordo com Renato Gomes, mestre em Direito Público. Segundo ele, o indivíduo pode ser impedido de viajar, entrar em estabelecimentos, matricular os filhos nas escolas, se não tiver o documento, criando uma espécie de cidadão de “segunda classe”.

O procurador de Justiça do Ministério Público Silvio Munhoz classificou a iniciativa como “uma absurdidade”.

Os especialistas comentaram o tema em entrevista à TV Jornal da Cidade Online.

O passaporte de vacinação foi aprovado no Senado Federal por 72 votos a 0 - o projeto cria um certificado sanitário para permitir que pessoas vacinadas ou testadas possam entrar em espaços públicos e privados independente das medidas adotadas para conter o avanço do coronavírus.

O presidente Bolsonaro já disse ser contra a medida e que, se passar pela Câmara, ele vetará.

Adélio livre?

Em menos de um ano, Adélio Bispo será avaliado por uma junta de psicólogos e psiquiatras, que determinará se o agressor ainda representa algum risco para a sociedade. A depender da indicação dos especialistas, ele poderá ser posto em liberdade. Para Silvio Munhoz, o crime praticado por Adélio permanece sem a devida investigação.

“Este é um crime que deixou muitas coisas a serem investigadas e que foram jogadas para debaixo do tapete”, afirmou.

Já Renato Gomes ressaltou que “nosso estado de direito está quebrado, está destruído, foi jogado na lona”.

Ele acredita que é possível tentar enquadrar a soltura de Adélio Bispo como uma ameaça ao presidente Bolsonaro, com base na Lei de Segurança Nacional.

Confira:

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar