Força tarefa da Lava Jato prepara três denúncias contra Lula

De imediato, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva deverá se tornar réu em três processos-crimes.


A força tarefa da Operação Lava Jato já tem provas suficientes para denunciar Lula nos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, em três situações distintas.

Os favores recebidos das empreiteiras Odebrecht e OAS e do pecuarista José Carlos Bumlai no sítio em Atibaia, que mascaram o pagamento de propina. O aluguel de contêineres para o transporte de acervo de Lula de Brasília para o sítio em Atibaia. E pela reserva do tríplex de Guarujá, o imóvel foi construído pela Bancoop, a cooperativa do Sindicato dos Bancários, que quebrou. Assumido pela OAS, o bem foi reservado e reformado ao gosto de Lula e sua família. Em meio à Operação Lava Jato, Lula desistiu de ficar com o triplex.

Cada caso ensejará uma denúncia. Com isto os processos terão mais celeridade.

Outros procedimento estão sendo estudados e novas denúncias deverão ser formuladas brevemente.

O material probante contra o ex-presidente é extremamente farto.

Apenas essas três ações poderão sujeitar Lula a uma pena de no mínimo 15 anos de prisão.

Todavia, a ação mais grave a ser proposta contra Lula, é a de participação ou chefia da organização criminosa do petrolão.

da Redação

da Redação

Comentários

Mais em Direito e Justiça